Notícia

25/03/2013 - Aerolevantamento para Linha de Transmissão – Uma Iniciativa de Sucesso

A Topocart foi pioneira na aplicação da aerofotogrametria associada ao perfilamento laser para levantamentos de corredores visando atender às necessidades de projeto para linhas de transmissão. Apesar da vasta experiência em topografia convencional, os levantamentos necessários para implantação das linhas de transmissão das usinas que compõem o Complexo Madeira (Santo Antônio e Jirau), tinham sérias restrições ambientais para abertura de picadas, sobretudo na região da Amazônia Legal. Estas restrições comprometeriam o cronograma de implantação das linhas, uma vez que somente a topografia convencional não seria concluída no prazo necessário para iniciar a transmissão. A Topocart assumiu o compromisso de executar levantamentos de quase 1.500 km, nos prazos previstos. Para isso inovou, com a utilização de aerofotogrametria e perfilamento laser associados à topografia. O resultado foi um sucesso e essa metodologia passou a ser, não só aceita, como exigida, sobretudo pelo IBAMA, pois além dos dados necessários ao projeto, os levantamentos fornecem dados precisos para as demandas ambientais estabelecidas, a exemplo da altura da vegetação que o corredor de projeto atravessa.
 
Com essa experiência, a partir de 2009, foram levantados vários trechos de diversas extensões e nos mais diversos biomas brasileiros, executados com apoio desta tecnologia, somando até a presente data, mais de 3 mil km já executados, cujos trechos estão em fase final de construção. Também foram agregados conhecimentos da engenharia em simulações de ocorrências de fenômenos naturais, como por exemplo, o balanço do cabo afetando grandes árvores fora da faixa e/ou o tombamento destas sobre os cabos da LT já construída e seus impactos na operação.
 
Consolidando esse sucesso, a Topocart acaba de assinar contrato para mapear quase 2 mil km de corredores para projetos de linhas de transmissão. Para atendimento aos prazos exíguos do projeto, estarão envolvidos mais de 50 profissionais, entre eles engenheiros, técnicos e tripulação, além de duas aeronaves devidamente equipadas com sensores laser e fotogramétrico, equipamentos topográficos, GPS’s geodésicos e automóveis.
 
O projeto mencionado faz parte dos trechos referentes ao Leilão 007/2012 da ANEEL correspondente ao Lote A, vencido pela Abengoa Brasil, atravessando os estados do Tocantins, Maranhão, Piauí e Bahia.