Notícia

08/07/2013 - Estimativa da biomassa vegetal através da tecnologia de perfilamento a laser.

A aplicação da tecnologia de perfilamento a laser em estimativa de biomassa tem-se revelado numa excelente alternativa de planejamento e gestão ambiental, tendo em vista a quantidade de dados gerados e sua precisão cartográfica. A importância desta mensuração é o fornecimento de informações a respeito do potencial de absorção do gás carbônico, durante o processo de fotossíntese, bem como o potencial de desenvolvimento da floresta.

 
O LiDAR envia pulsos elétricos em direção ao alvo e registra o intervalo de tempo entre o envio e o retorno dos pulsos. Assim, em função da grande diversidade e complexidade das florestas tropicais e equatoriais, cada vez mais as estimativas de biomassa tem recorrido ao perfilamento a laser, pois as técnicas usuais demandam em maior tempo e recursos, além de tornar dúbia a precisão final dos estudos.

 
Diante desta grande demanda, a TOPOCART tem desprendido grandes investimentos na tecnologia a laser, pois ela permite interpretações da cobertura vegetal através do sensor LiDAR, destacando a densidade e número de arvores por área, a altura da árvore, a porcentagem da cobertura, a dimensão, o volume e a profundidade da copa, o crescimento em altura através de monitoramentos, a área basal, com base nos dados do diâmetro ou em algoritmos, além da biomassa por área, ao nível do estrato arbóreo e do arbustivo e a por tipologia de vegetação. A partir dos dados gerados através do perfilamento a laser, é possível efetuar planos de manejos e coberturas vegetais, nativas e exóticas, com o intuito de fornecer dados de produção para as diferentes finalidades das florestas.