Notícia

12/11/2013 - True Orthophoto - Tecnologia em imageamento

O avanço tecnológico das câmaras aerofotogramétricas digitais de última geração, associado ao desenvolvimento de softwares de processamento de imagens fotogramétricas, vem permitindo a cada dia, a evolução na obtenção de produtos cartográficos mais precisos e imagens com melhores resoluções. 


Dentro desse processo de melhoria dos produtos cartográficos, a True Orthofoto sempre foi uma meta. Ela começou a ser produzida em caráter científico e, finalmente, se tornou um produto comercialmente viável, trazendo uma série de benefícios para aplicações específicas, sobretudo nos casos de representar os objetos em sua posição verdadeira, onde as feições restituídas terão aderência perfeita com as imagens produzidas após o processo de ortorretificação.

 
Para sua obtenção, as imagens fotogramétricas têm maior superposição lateral e longitudinal em relação ao processo convencional, bem como é imperativo a geração de um MDS (Modelo Digital de Superfície) denso, com um ponto por pixel de imagem, razão da necessidade de hardwares diferenciados para suportar o processamento. Isso permite que o algoritmo corrija as distorções, representando melhor as áreas de relevo muito acidentado ou áreas urbanas verticalizadas, o que até então, em face da correção ser apenas em nível do solo, era representado com limitações, sobretudo nos objetos que aparecem acima da superfície, devido à projeção cônica da fotografia.

 
Após anos de pesquisa no mercado, a Topocart estruturou a solução para execução da True Orthofoto, de forma competitiva e ágil, proporcionando aos seus clientes os melhores resultados e consequentemente os melhores  produtos.  Assim, a True Ortophoto passa a fazer  parte do portfólio de produtos da empresa. Este novo conceito na geração de ortoimagens está sendo amplamente produzido para mapeamentos de cidades.

 
A True Orthophoto ou ortofoto verdadeira difere da ortofoto tradicional, pois corrige o efeito da “inclinação” das feições verticais da imagem. Este efeito ocorre quando estas feições não estão diretamente sob o eixo vertical da câmera fotogramétrica no momento da obtenção da imagem. Também conhecido como “tombamento” da imagem, este efeito incide sobre edifícios, torres, antenas, postes e, até mesmo, em terrenos escarpados, com abruptas diferenças de nível.