Notícia

12/11/2013 - Relatório de Impacto de Trânsito

De acordo com o Decreto Distrital Nº 33.740, de 28 de junho de 2012, empreendimentos habitacionais coletivos com mais de 150 unidades necessitam da elaboração de Relatório de Impacto de Trânsito (RIT). O RIT é um estudo que contempla a adequação e a viabilidade da localização da obra, a oferta de estacionamento, as condições de acesso de veículos e de pedestres, além de outros preceitos ao licenciamento urbano-ambiental. 


Além do número de unidades habitacionais, deverão apresentar o RIT todos os empreendimentos considerados como Pólo Gerador de Tráfego (PGT), ou seja, aqueles cujo porte e oferta de bens ou serviços geram interferências no tráfego do entorno e grande demanda por vagas em estacionamentos ou garagens. Estão neste grupo supermercados, shoppings centers, postos de gasolinas, estabelecimentos educacionais, etc.

 
O RIT deve garantir o tráfego de veículos e estacionamentos adequados para a população local, além de preservar a área de possíveis danos ambientais, gerados em função da inadequação da obra aos lotes envolvidos. A solicitação e aprovação do RIT é de responsabilidade do Detran/DF, mas outras diretrizes poderão ser fornecidas pelos órgãos urbanísticos do Distrito Federal, como a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDHAB), as Administrações Regionais, a Terracap, entre outros.

 
Ciente de que a liberação do empreendimento (carta de habite-se) somente pode ser expedida após apresentação do laudo de conformidade emitido pelo órgão responsável pela fiscalização, o qual contempla o RIT, o setor de Engenharia de Infraestrutura da TOPOCART passou por uma estruturação para a elaboração destes estudos. Agora o setor conta com especialistas altamente qualificados, com expertise em transportes, mobilidade e acessibilidade urbana, dando maior confiabilidade aos diagnósticos gerados e oferecendo soluções urbanísticas mais condizentes com a realidade local.